November 15, 2016

Desenvolvendo a governança na Baía de Guanabara

“Growing governance in Guanabara Bay”
(Portuguese translation by João Paulo Coimbra)

Em 4 de Outubro, Dave Nemazie e eu viajamos para o Rio de Janeiro, Brasil, para a terceira sessão de reuniões para o desenvolvimento do Boletim de Saúde Ambiental da Baía de Guanabara. Nós apresentamos a versão preliminar do boletim e do seu respectivo website no escritório do INEA (Instituto Estadual do Ambiente) para André Corrêa, o Secretário de Estado do Ambiente do Rio de Janeiro. No dia 5 de Outubro, nos reunimos com o secretário e seu gabinete, e também com outros grupos trabalhando na Recuperação da Baía de Guanabara. Nossos parceiros Bob Summers, João Paulo Coimbra, e Guido Gelli também participaram.

Meeting with the Secretary.

Reunião com o secretário.

Alguns dos grupos que também fizeram apresentações além da UMCES foram a Fundação Brasileira para Desenvolvimento Sustentável (FBDS), o Consórcio Labáqua/Aqualogy, a Fundação Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos (Coppetec), e a KCI Technologies. O secretário se mostrou entusiasmado e interessado pelos resultados e progressos alcançados até então no desenvolvimento do Boletim e do seu respectivo website. O seu suporte confirma a importância e a necessidade de um boletim de saúde ambiental para a Baía de Guanabara.

Dave Nemazie giving a presentation on the report card results.

Dave Nemazie apresentando os resultados do boletim de saúde ambiental.

Dando prosseguimento às reuniões do dia 5 de Outubro, nós atendemos um seminário sobre as Vulnerabilidades e Governança da Baía de Guanabara no Museu de Arte Contemporânea de Niterói (MAC). O seminário incluiu alguns painelistas que comentaram tópicos ambientais sobre a Baía de Guanabara, focando no lixo e no saneamento. Um dos filmes impactantes que foram exibidos foi o The Discarded: A Tale of Two Rios. Após o seminário nós pudemos explorar as exibições do museu, que incluíram uma bela mostra sobre a Baía de Guanabara.

The Niteroi Contemporary Art Museum.

O Museu de Arte Contemporânea de Niterói.

Nos dias 6 e 7 de Outubro, nós atendemos mais reuniões relacionadas ao projeto, incluindo um encontro com a equipe que trabalhará na comunicação do Plano de Recuperação da Baía de Guanabara. Complementando o boletim de saúde ambiental e a estrutura de governança, todo um trabalho de comunicação é preciso para informar ao público os esforços em andamento e para também criar um processo transparente.

Dave Nemazie and Joao Coimbra presenting without the help of professional translators on October 6th

Dave Nemazie e João Paulo Coimbra apresentando sem a ajuda de tradutores profissionais no dia 6 de Outubro.

No sábado, 8 de Outubro, antes do nosso vôo de volta, visitamos a Pedra do Arpoador, uma imponente península rochosa entre Copacabana e Ipanema, e em seguida passamos algumas horas apreciando a praia de Ipanema. Foi um intervalo bem interessante após nossas reuniões para refletirmos sobre as belezas da região do Rio de Janeiro e considerar a recuperação e o compromisso necessário para revitalizar a Baía de Guanabara.

Views from Pedra do Arpoador.

Vista da Pedra do Arpoador.

The beach at Ipanema.

A Praia de Ipanema.

Nós planejamos voltar ao Rio em Janeiro de 2017 para uma conferência científica e sobre a governança da Baía de Guanabara. Também planejamos realizar o evento para a divulgação do Boletim de Saúde Ambiental.

Print Friendly
Related Projects

About the author
Alexandra Fries is a Science Communicator at the Integration and Application Network. Alex has a Master of Environmental Management from Duke University.
Website: http://ian.umces.edu/people/Alexandra_Fries/
Email the author | See all posts by


No Comments »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment